106
Última atualização: 27/02/2014 às 0:54 / Postado em: 11/05/2010 by LiLi in Dicas
 
 

Aprendendo a Falar Inglês – Escolas em Miami


Muita gente me pergunta se vale a pena vir estudar inglês em Miami, uma vez que aqui a influência latina é muito forte, predominando a língua espanhola.

É verdade mesmo que aqui muita gente fala espanhol, porém nos dias de hoje isso não é mais um problema, pois a nova geração de latinos é completamente bilíngue, falando fluentemente inglês também.

E o que mudou de uns anos atrás para hoje? A resposta é simples… anos atrás os latinos que moravam aqui tinham nascido em outros países como Cuba, Colômbia, Venezuela, México, etc… e todos nós sabemos que aprender outra língua já adulto é bem mais difícil do que quando somos crianças… esses adultos resistiram e, ao invés de aprender inglês, preferiram se comunicar em espanhol entre eles. Hoje a história é diferente, esses mesmos latinos já tiveram seus filhos aqui nos EUA e estes, por sua vez, tiveram que aprender inglês na escola para poderem se comunicar com o restante das pessoas.

Outro ponto é que, caso você frequente uma escola de inglês por aqui, além de alguns latinos em sua classe, você com certeza também terá pessoas de todo canto do mundo! Todos com um só objetivo: aprender inglês! Só depende de você… você pode escolher com quem conversar fora das aulas, então escolha por exemplo, chineses, italianos, alemães… pessoas que você sabe que não vai haver jeito de soltar algo em português ou portunhol, hehehe.

Uma coisa que eu recomendo muito é de você não fazer amizade com outros brasileiros e nem vir com amigos do Brasil para fazer o curso de inglês com você. Confie em mim, se isso acontecer, você naturalmente passará mais tempo falando português do que inglês, boicotando o propósito de sua viagem.

Muita gente diz assim: Aiii, eu não levo jeito pra inglês! Não consigo aprender! Esqueço tudo logo!

O que eu tenho a dizer é que não existe essa de “não levo jeito” ou etc… o que vou falar agora pode soar arrogante, ou então você pode achar que eu sou metida, hehe mas a verdade é que tudo isso são DESCULPAS que a gente dá pra nós mesmos. Eu própria já fiz isso com o francês quando tive problemas para aprender.

O negócio não é que não levemos jeito… às vezes o que falta é apenas um pouco mais de “saco”, ou melhor, dedicação! Pra mim inglês sempre foi super fácil.. acho que é a língua mais fácil do mundo! Mas também, antes de vir para os EUA a 3 anos atrás, eu ja havia estudado 10 anos de inglês no Brasil e já havia morado 1 ano no Texas como estudante de intercâmbio. Assim realmente fica mais fácil, né!?

Se você estiver realmente sério(a) a aprender a língua de uma vez por todas, não desista! O ideal é realmente vir para os EUA ou para outro país como Canadá, Inglaterra ou Austrália ao invés de aprender no Brasil. Com 3 meses estudando intensivamente em outro país (e com vontade, claro!), você começa a “pegar” a língua… se quiser ficar fluente, o ideal são 6 meses no mínimo. Eu diria que por exemplo, no tempo de 1 ano aqui, os primeiros 6 meses são de sofrimento, e os outros 6, de satisfação. Um belo dia você irá sonhar ou acordar já pensando em inglês;  a felicidade e o sentimento de dever cumprido será a sua melhor recompensa por todo o esforço! Nesse momento é a hora de relaxar e correr pro abraço, só se preocupando em aumentar mais o seu vocabulário.

Todos os dias eu ainda aprendo uma palavra nova, acredita? Hoje por exemplo, lendo por aí, aprendi que  o verbo “to smirk” é dar um “sorriso falso”… interessante, né? Eu poderia dizer com certeza “fake smile”, mas usar “to smirk” soa bem melhor. :)

Pois bem, voltando ao assunto… outras dicas que eu lhe dou são as de ter SEMPRE um dicionário de bolso com você por aqui. Vai ao restaurante? Passear na praia após a aula? Passou por um poste e não sabe como se chama “poste” em inglês? Dicionário já! Você verá o quão rápido irá aprender palavras, e jamais irá esquecer! O mesmo vale para quando você estiver lendo revistas ou livros em inglês…marque  todas as palavras que você não conhece e vá procurando no dicionário… só passe para a próxima página depois que entendeu 100%  tudo o que acabou de ler.

Como falei anteriormente, tudo depende única e exclusivamente  DE VOCÊ! Desafie o seu cérebro… por exemplo: quando estiver no aeroporto esperando um vôo, olhe ao seu redor. Você conseguiria mentalizar as palavras em inglês de tudo o que vê?

Enfim, eu sei que devo estar parecendo uma chata dando mil conselhos… mas se faço isso é com o único propósito de mostrar a você que não importa a escola que você esteja… ela pode ser a melhor e mais bem conceituada do mundo, mas se você não se dedicar e se esforçar, o resultado provavelmente não virá.

Miami possui ótimas escolas de idiomas. Umas são dentro das universidades como FIU, UM, Keiser, etc… e outras são franquias independentes. Ao escolher sua escola, preste atenção na rotatividade de estudantes. Muitas  escolas colocam estudantes novos toda segunda-feira, e isso não é legal, principalmente para quem vai passar vários meses estudando.  O que ocorre é que pessoas entrando toda semana acaba por fazer o professor ter que sempre recapitular assuntos já dados, tornando a aula repetitiva e monótona, desestimulando você. O ideal é pegar um curso que tenha uma turma fixa do início ao fim de cada módulo.

Se você estiver procurando por um curso barato, pelo que sei, o mais em conta é o da Miami Dade College, você pode ver os preços aqui!

Alguns cursos que ouço que são muito bons são os da FIU (Florida International University), UM (University of Miami), Kaplan e EF. Como a EF não disponibiliza os preços no site sem antes você se cadastrar, eu entrei em contato com eles e peguei o link… aproveite, clique aqui para ver os cursos com os preços!

Como você pode ver, o investimento é alto para estes cursos, então o lance é levar a sério.

Existe por aqui também uma escola chamada Zoni. Infelizmente não tenho referências, porém pelo site deles pude perceber que o preço é bem mais agradável, além da localização ser perfeita!

Outras coisas para você refletir bastante é a questão da acomodação se dentro da escola ou fora e se está ou não incluída no preço, a carga-horária semanal e a localização.Think about it! ;-)

Abaixo segue um mapinha com a maioria das escolas de inglês da região para ajudar você a decidir.


Ver English Schools in Miami em tamanho maior!

Kisses & Good luck!

LiLi.